Tailândia
Região Norte

- Chiang Mai
Chiang Mai é o centro cultural do Norte da Tailândia. Fundada em 1296, a cidade permaneceu intacta ao longo do tempo, mantendo a sua importante função espiritual sobre toda a região. A cidade velha, rodeada por um fosso e muralhas fortificadas, apresenta um animado labirinto de mercados, ruelas e belíssimos templos antigos.

- Chiang Rai
A cidade é a porta de entrada para uma região de colinas místicas, tribos fascinantes, exuberantes pomares e a misteriosa sedução do Triângulo de Ouro. O templo mais sagrado de Chiang Rai é o Wat Phra That Doi Tung, a 200 metros de altura, sobre o cume do Mount Doi Tung, a montanha mais alta da província. O templo alberga uma relíquia sagrada do Buda e é um lugar de peregrinação anual dos budistas devotos.

- Lumpang
Chamada no século VII Kelang Nakorn, é a segunda maior cidade do Norte. Lumpang está se desenvolvendo como centro comercial, estando culturalmente ligada a Chiang Mai. Além da madeira de teca, Lumpang é famosa pelas suas cerâmicas, pelo algodão, e por ser um centro de adestramento e conservação de elefantes tailandeses.

- Mae Hong Son
Mae Hong Son é considerada a província mais remota do Norte do reino. A cidade, nascida sobre um acampamento de elefantes criado em 1831, situa-se na fronteira com Myanmar. Somente em 1965 a cidade saiu de seu próprio isolamento, graças à construção da estrada que a liga a Chiang Mai. Pela sua proximidade à fronteira, a província sofreu grandes influências dos Karen e dos Shan. Este crisol de povos e culturas comprova-se de forma clara em muitos exemplos da arquitectura da cidade, como o Wat Hua Wiang e o Wat Chong Kham.

- Sukhothai
Fundada em 1238, a cidade foi o berço da civilização tailandesa e é considerada um dos locais históricos mais importantes do Sudeste asiático. Declarada pela UNESCO como Patrimônio Mundial, a antiga Sukhothai é rica em ruínas de muitos templos de influência Khmer, hindú, birmanesa e Mon.

- Phitsanulok
Além de sua importância na história da Tailândia, Phitsanulok possui muitos rios, montanhas e florestas, ideal para os amantes da natureza. A cidade também proporciona aos seus visitantes uma oportunidade de explorar notáveis capítulos da história da Tailândia. Por exemplo, Phitsanulok contém elementos de uma comunidade antigos que datam entre 2.000 e 4.000 anos, incluindo machados de pedra antiga.

Região Nordeste

- Khoen Kaen
Construída em 1783, Kon Khaen era, na sua época, a capital da província mais pobre do Nordeste da Tailândia. Os tempos mudaram, já que atualmente é uma cidade animada e próspera, como o atesta o fato de ter a maior universidade da região e vários estúdios televisivos, hotéis e centros comerciais.

- Nakorn Ratchasima
A zona confinante da cidade, rica em locais arqueológicos, era há um milhar de anos a fronteira Oeste do antigo Império Khmer. Descobriram-se numerosas ruínas de santuários Khmer, assim como muitas pedras de edifícios antigos. Atualmente, na maior parte dos locais, as pedras foram recolocadas para dar forma às estruturas originais. Entre os santuários Khmer presentes no Noroeste da Tailândia, os mais famosos são o Phimai Srone Castle e o Panom Rung Castle, nas redondezas de Burinam.

- Nong Khai
A província de Nong Khai, situada ao largo do Rio Mekong, caracteriza-se por ser o acesso principal a Laos, através da Ponte da Amizade, com mais de 1.100 m de longitude. As maiores atrações turísticas são o Wat Pho Chai, com um enorme Buda sentado coberto de ouro, bronze e pedras preciosas, o Phra That Nong Khai, chedi lao sian, submerso no rio Mekong, que é só possível ver na estação seca, quando o caudal do rio baixa, e a reserva natural de Phu Wua, com numerosas cascatas.

- Ubon Ratchathani
Geralmente conhecida pelo nome de Ubon, a cidade foi fundada pelos imigrantes de Laos na margem norte do rio Mun, nos finais do século XVIII. Ubon cresceu, convertendo-se numa das maiores cidades da Tailândia, graças também à presença das bases aéreas americanas, durante a guerra do Vietnã.

Região Central

- Bangkok
É uma das cidades mais impressionantes do mundo, sendo conhecida como “A Cidade dos Anjos”. Atualmente, Bangkok é uma metrópole fascinante de dez milhões de habitantes e com duas fisionomias muito diferentes: a da cidade velha, com os palácios e templos do século XVIII, e a cidade moderna, com os seus centros comerciais e as zonas mais recentes banhadas pelo rio.

Os amantes da boa cozinha não poderão resistir às tentações da arte gastronômica tailandesa e quem preferir mergulhar na cultura, não deixará escapar um passeio ao longo do rio Chao Phraya, o encantador "Rio dos Reis". Entre as inúmeras atrações merecem especial menção o Palácio Real e o Templo do Buda de Esmeralda (Wat Phra Kaeo). Esta parte da cidade, com os templos dourados, as torres em espiral e as brilhantes decorações, está protegida por uma fortaleza branca.

- Kanchanaburi
É conhecida especialmente pelo "caminho-de-ferro da morte" que durante a Segunda Guerra Mundial culminou na construção da ponte sobre o rio Kwai, em que se inspirou um famoso filme de Hollywood. Mas, além das desagradáveis recordações da guerra, o território tem muito a oferecer: montanhas selvagens, florestas pitorescas e enormes vales míticos, que se estendem até à fronteira com Myanmar; locais de interesse arqueológico, como os vestígios do período neolítico e as ruinas Khmer, com 800 anos; e a delegação militar ocidental do Império Khmer.

- Ayutthaya
Atualmente, tudo o que resta desta gloriosa capital são as magníficas ruínas dos templos e dos palácios que se remontam a 1350, ano em que a cidade foi fundada. As ruínas do palácio real provam que o Grande Palácio de Bangkok se inspirou na arquitetura característica da cidade antiga. Os Museus que abrigam as memórias de 33 reinos sucessivos devem também ser visitados. O Parque Histórico de Ayutthaya foi declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO.

- Phetchaburi
É conhecida por seu esplêndido parque histórico, templos antigos, praias e grutas, bem como uma grande variedade de alimentos locais e marisco fresco. A área tem sido continuamente habitada por mais de 1.000 anos e há muitas construções históricas, templos e palácios, para atestar a sua importância. Como o local está convenientemente localizado para os visitantes em direção ao sul por estrada ou ferroviário, Petchaburi agora é um ponto importante para passear ao longo do caminho para Hua Hin ou cidades de praia no sul da Tailândia.

- Prachuap Khiri Khan
Servindo como uma porta de entrada para as províncias mais a sul da Tailândia, a região é rica em recursos naturais, incluindo zonas montanhosas, ilhas e praias. A província também possui vários parques nacionais, como o Khao Sam Roi Yot, que foi criado para proteger os maiores pântanos de água doce da Tailândia.

- Saraburi
Saraburi, uma província na região superior central da Tailândia, é rica em atrações turísticas, incluindo os sítios naturais, festivais culturais, templos majestosos, e locais históricos. O templo budista mais importante em Saraburi, Wat Phra Phutthabat foi construído no século 17 e apresenta uma "pegada de Buda", que fez dela um dos locais de peregrinação mais popular na Tailândia central.

Região Leste

- Pattaya
Pattaya é a praia mais conhecida da Tailândia, atraindo anualmente milhares de turistas. A cidade está edificada na costa de pequenas baías com uma concentração de edifícios comerciais que se estendem até o interior.

- Rayong
A província é marcada por montanhas intercaladas por planícies e grandes extensões de plantações de frutas e florestas. No entanto, é mais conhecida pelas suas praias que se estendem ao longo de 100 quilômetros, com belas cachoeiras criando um ambiente exótico.

- Trat
É a província da Tailândia mais oriental, e faz fronteira natural, através da Serra Khao Banthat com o Camboja. Com 52 ilhas, com praias de areias brancas e recifes de coral virgem, Trat oferece um cenário encantador para os amantes da natureza.

- Chanthaburi
Famosa por sua abundância de frutas tropicais e como um centro de mineração de pedras preciosas, a província de Chanthaburi também é abençoada com florestas verdejantes e belas cachoeiras. O Rio Chanthaburi flui através do capital da província, que tem sido ocupado desde muito tempo por tranqüilas aldeias de pescadores e praias.

- Ko Chang
Koh Chang (Ilha Elephant) é a segunda maior ilha da Tailândia e o principal destino para quem visita o Parque Nacional Marinho de Koh Chang, com dezenas de ilhas intocadas. Além da beleza natural, a ilha é também o lar de uma grande variedade de fauna, incluindo pássaros, cobras, veados e até mesmo um número de elefantes. Quanto às atividades, Koh Chang, e as ilhas próximas que compõem o parque nacional são ótimas para snorkeling, mergulho, camping e caminhadas na selva.

Região Sul

- Chumphon
Ao longo da costa de Chumphon encontram-se disseminadas 47 pequenas ilhas, que se estendem ao longo de 222 quilômetros. As suas águas cristalinas, a beleza dos corais e as espécies marinhas elegem-na como o destino favorito dos amantes das práticas submarinas.

- Krabi
A província de Krabi é seguramente a mais bonita do reino da Tailândia, podendo-se mesmo ousar afirmar que tem as melhores praias, todas elas de sonho, e uma maravilhosa paisagem em pedra calcária. A cidade de Krabi, em si mesma, é uma pequena comunidade de pescadores, mas é possível apanhar o ferry até às ilhas de Ko Lanta, Ko Phi Phi e às praias ao redor de Ao Nang.

- Phang-Nga
A baía de Phang-Nga é conhecida pelos seus diques em pedra calcária, pelas ilhas exuberantes e pelas pequenas ilhas no meio do mar, que se elevam das límpidas e tranqüilas águas como símbolos monolíticos que o tempo esqueceu. Imortalizadas no filme de James Bond "O homem da pistola de ouro", as baías e as formações rochosas de muitas destas pequenas ilhotas e das ilhas ocultas são apenas alcançáveis de lancha.

- Phuket
A maior ilha da Tailândia converteu-se num dos destinos de férias preferidos. Esta pérola do mar é formada por uma infinita cadeia de magníficas baías com praias e palmeiras, onde a vista se estende até às pequenas ilhas disseminadas no mar. Em Phuket é possível realizar várias atividades como trekking com elefantes e o bungee jump.

- Ko Lanta
Localizada a 70 km ao sul de Krabi, as principais atrações de Koh Lanta são as suas extensas praias de águas cristalinas. Koh Lanta é um paraíso para mergulhadores.

- Ko Phangan
Koh Phangan é uma grande ilha ao largo da costa leste da província de Surat Thani, no Golfo da Tailândia. Koh Phangan está localizado a cerca de 100 km da costa e cerca de 15 km ao norte de Koh Samui. Mais conhecido pela sua festa de lua cheia mensal, Koh Phangan apresenta algumas das mais espetaculares praias da Tailândia, a maioria delas apenas moderadamente desenvolvidas.

- Ko Phi Phi
Koh Phi Phi é o nome coletivo para um pequeno arquipélago na província de Krabi. Conhecido como as jóias do mar de Andaman, as seis ilhas de Koh Phi Phi são: Phi Phi Don, Phi Phi Ley, Ilha de bambu, Ilha Yung, Bida Nok e Nai Bida. Somente Phi Phi Don é habitada, sendo as outras parques nacionais. Phi Phi Ley foi destaque no filme de Hollywood The Beach, uma história sobre a praia ilha isolada de Maya Bay. As águas em torno das lhas Phi Phi são repletas de vida marinha exótica como os tubarões leopardo.

- Hat Yai
Hat Yai é a maior cidade no sul da Tailândia, situada perto da fronteira com a Malásia e povoada por cerca de 800.000 habitantes. As atrações regionais incluem o lago Songkhla (o maior da Tailândia), um Buda reclinado enorme que os visitantes podem caminhar por dentro, o Bhasawang Big Splash (uma lâmina de água de 15 metros de comprimento), e as touradas.


Rodape
Facebook
Youtube
Twitter
Rodape